Nelson Tembra Blog

Cidadania, Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente

MMA mobiliza sociedade para o consumo consciente

Novas campanhas, como a de coleta de eletroeletrônicos, serão promovidas em estações de metrô de Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte, para conscientizar a população contra o desperdício.

Carine Corrêa

Qual é a diferença entre consumo consciente e consumo sustentável? No primeiro caso, o consumidor faz escolhas individuais e imediatas, relacionadas à sua capacidade de optar em cada compra realizada. Já o consumo sustentável implica em uma mudança de padrão de comportamento e de hábitos adotados, e tem resultados que melhoram o planeta e a qualidade de vida da sociedade como um todo.

Nos últimos anos, o MMA promoveu inúmeras ações no Dia do Consumidor, sempre comemorado no dia 15 de outubro. A partir deste ano, o Ministério inaugura o Mês do Consumo Sustentável, com atividades de mobilização e conscientização de consumidores e de diferentes setores da sociedade.

De acordo com a gerente de produção e consumo sustentável do MMA, Fernanda Daltro, serão lançadas neste período três novas campanhas, como a de coleta de eletroeletrônicos, que será promovida em estações de metrô de Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte. Entre 21 e 26 outubro, serão disponibilizados postos de coleta em locais escolhidos pela intensa movimentação de passageiros.

Os consumidores serão estimulados a levar equipamentos antigos ou que estão fora de uso, como TVs, eletrodomésticos, monitores, cabos de computadores, telefones, celulares, CDs, DVDs, fitas VHS e afins.

Nesta campanha, o MMA conta com as parcerias da Phillips, Carrefour e de duas empresas de coleta e reciclagem, a Descarte Certo e a Oxil, que vão realizar a coleta, triagem e destinação adequada a recicladores.

Fernanda explica que esta é também uma maneira de preparar o consumidor para o processo de logística reversa, prevista na Política Nacional de Resíduos Sólidos. Esperamos sensibilizar o consumidor a não realizar o descarte de eletroeletrônicos no lixo comum, pois tal prática tem alto impacto ambiental, uma vez que os produtos possuem componentes químicos e tóxicos. Além disso, o descarte inadequado gera desperdício de materiais que podem ser reaproveitados, como plástico, vidro e metais, avalia a gerente de consumo sustentável.

Cadernos Sustentáveis

O MMA também vai lançar a série Cadernos de Consumo Sustentável, que serão exemplares explicativos e lúdicos, com informações sobre o consumo sustentável e suas colaborações para a sociedade e o meio ambiente.

As publicações serão lançadas periodicamente e contarão com a parceria de instituições especializadas em assuntos relacionados ao tema. O primeiro número será produzido com o Compromisso Empresarial para a Reciclagem (Cempre) com a temática consumo sustentável e reciclagem.

Os próximos cadernos vão abordar os temas do consumo sustentável relacionado à água e ao público infantil. “Vamos mostrar como a sociedade pode ter uma postura responsável relacionada a estas temáticas”, explica Fernanda Daltro.

Redução de sacolas – A partir de 20 de outubro, haverá ainda a segunda fase da campanha educativa direcionada à redução do uso de sacolas plásticas pelos consumidores. A primeira etapa deste processo de conscientização foi a campanha “Saco é um Saco”, que ressaltou a importância de se reduzir o consumo de sacolas plásticas e conseguiu reduzir a produção de cerca de 5 bilhões destas embalagens, entre 2007 e 2011.

Para se ter uma ideia, em 2007, havia 17, 9 bilhões de sacolas plástica sendo produzidas por ano. Em 2010, este número já foi reduzido para 14 bilhões, segundo uma pesquisa de sustentabilidade produzida pela rede Walmart.”Conseguimos iniciar um processo de sensibilização com a sociedade, e provocamos ainda o debate com diferentes setores que foram mobilizados”, explica a gerente.

A nova fase da campanha vai receber o título “Vamos tirar o planeta do sufoco”, e além de promover os conceitos de consumo consciente e de redução do uso do plástico, vai motivar a sociedade a adotar novas alternativas. O MMA e parceiros pretendem estimular o uso de sacolas reutilizáveis, embalagens de papelão, carrinhos de feira e outras embalagens reaproveitáveis.

O lançamento da campanha será nacional, mas a Secretaria de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do MMA pretende estimular a implementação do projeto em cada estado da federação, bem como os municípios.

As grandes redes de supermercado também já estabeleceram metas de redução do uso de sacolas plásticas, com o objetivo de alcançarem a eliminação (ou a utilização mínima) destas embalagens até 2012. Estas metas se tornaram compromissos que vão constar do Plano Nacional de Produção e Consumo Sustentável.

Boas práticas – Se analisarmos toda a cadeia envolvida no processo de consumo, perceberemos que os consumidores podem optar por escolher melhor seus produtos, além de diminuir o consumo de água e energia, prática que também pode ser adotada pelo varejo e pelo setor produtivo. O comércio do varejo também pode oferecer produtos mais sustentáveis e promover a gestão de resíduos, além de estimular o consumidor a praticar o consumo sustentável.

Os fornecedores, desde o momento de fabricação até o de distribuição, podem adotar medidas de redução de água, energia e de insumos. Podem ainda instituir o critério da sustentabilidade ao comprar matérias-primas feitas a partir de manejo e de outros critérios, como a reposição de elementos à natureza.

Na hora de desenvolver os produtos, podem optar por uma criação que seja desde o princípio sustentável, com a redução de embalagens desnecessárias e a elaboração de produtos mais concentrados.

Já o governo, pode dar um impulso importante ao ciclo do consumo sustentável ao realizar compras públicas de produtos que tenham critérios de sustentabilidade, uma vez que é classificado como o maior consumidor individual de cada país.

Fernanda Daltro ressalta que, quando são colocados critérios ambientais nestas compras, ocorre o estímulo para a reestruturação do mercado, e que atitudes assim têm o poder de influenciar e motivar todos os envolvidos na cadeia de consumo a realizar escolhas melhores.

O MMA também lançou um hotsite sobre consumo sustentável que traz informações sobre as ações promovidas pelo Ministério e instituições parceiras, posts e dicas de consumo sustentável.

O endereço é : hotsite.mma.gov.br/mesdoconsumosustentavel

Confira as estações de metrô que que vão receber o lixo eletrônico:

Brasília- Estação Galeria

Rio de Janeiro- Estação Carioca

Belo Horizonte- Estação Eldorado

São Paulo- Estação Tucuruvi

ASCOM/MMA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

SERVIÇOS AMBIENTAIS

Velocimetro RJNET

Estatísticas do Blog

  • 65,187 hits

Follow me on Twitter

%d bloggers like this: